quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

A arte pop de Romero Britto



Nascido em Recife, Pernambuco, em 06 de outubro de 1963, no Brasil, aos oito anos começou a mostrar interesse e talento pelas artes. Com muita imaginação e criatividade, pintava em sucatas, papelão e jornal. Sua família o ajudava a desenvolver seu talento natural, dando-lhe livros de arte para estudar. O jovem, autodidata, ficava sentado copiando as obras de Tolouse e outros grandes mestres das pinturas, dos livros, por dias e dias. Aos 14 anos, fez sua primeira exibição pública e vendeu seu primeiro quadro à Organização dos Estados Americanos. Embora encorajado por este sucesso precoce, as circunstâncias modestas de sua vida o motivaram a estabelecer metas e criando seu próprio futuro. Já que, na condição de criança pobre no Brasil, teve contato com o lado mais sombrio da humanidade. Como resultado, passou a pintar para trazer luz e cor à sua vida. Estamos falando de Britto. Romero Britto.


Freqüentou escolas públicas recebeu bolsa de estudos para uma escola preparatória e aos 17 anos, entrou para a Universidade Católica de Pernambuco, no curso de Direito. Viajou para a Europa para visitar lugares novos e ver a arte que só conhecia nos livros. Durante um ano, pintou e exibiu seus trabalhos em vários países como Espanha, Inglaterra, Alemanha entre outros. Quando retornou ao Brasil, seu desejo de ter contato com o mundo ficou ainda mais forte, queria continuar a viajar e mostrar sua arte. Com isso, desistiu do curso de Direito e visitar um amigo de infância, Leonardo Conte, que estava estudando inglês em Miami, Flórida nos Estados Unidos.


Lá, se deu conta que tinha muita empatia com o ritmo acelerado do “american way of life“. A diversa paisagem cultural e a beleza tropical o fizeram se lembrar do Brasil. Fez de Miami, então, sua residência permanente. Trabalhou como atendente em lanchonete e lava-rápido, como ajudante de jardineiro e caixa de loja. Durante esse percurso, ele fez muitas amizades e através delas, conheceu Cheryl Ann com quem se casou e teve um filho, Brendan. Durante o processo de busca de uma galeria onde pudesse expor sua arte, começou a mostrar seu trabalho nas calçadas de Coconut Grove, chegando até a Steiner Gallery, em Bal Harbour, na Flórida. Foi nessa galeria,  que Berenice Steiner e Robyn Tauber começaram a vender seus trabalhos a entusiastas da arte do mundo inteiro. Nesse período, o promissor e jovem artista, iniciou uma parceria com uma loja que vendia móveis artísticos em Coral Gables, Coconut Grove e Bayside Marketplace, em Miami. Estas lojas começaram a vender suas obras. O proprietário das lojas ficou tão entusiasmado com as vendas de suas obras, que decidiu assinar um contrato de aluguel de curto prazo, no então famoso Mayfair Shops, em Coconut Grove. O local a ser alugado era anteriormente um salão de beleza e o proprietário, decidiu não renovar o contrato, de tal modo que suas obras foram sendo mostradas entre os equipamentos do salão. Assim se formou o estúdio de Romero Britto. Desta forma, com a oportunidade do artista manter a loja até o termino do período de locação, após o encerramento desse período, (que durou quatro meses), Romero Britto assumiu a locação e manteve seu estúdio em Mayfair Shops por seis anos.


Foi no estúdio de Mayfair Shops que Michael Roux, então Diretor Presidente da Absolut Vodka, convidou Romero Britto para criar uma pintura, para ser usada em uma nova campanha publicitária da Vodka Absolut. Trabalharam nesta campanha artistas pop muito conhecidos e conceituados como Andy Warhol, Keith Haring, Kenny Scharf e Ed Ruscha. Britto, foi o quinto artista a ser contratado pela Absolut Vodka e os anúncios publicitários, apareceram nas mais importantes revistas da América. Foram 62 publicações nos Estados Unidos, distribuídas ao redor do mundo e imediatamente, foram vistas por milhares de pessoas.


Seguindo a trajetória da Vodka Absolut, empresas famosas como a Grand Manier, Pepsi Cola, Disney, IBM e outras interessadas em cultura popular, passaram a incorporar as pinturas de Romero Britto em seus projetos especiais. Ao longo desses anos, tem dedicado seu talento, sua arte e sua energia a muitas causas filantrópicas. Usando sua capacidade e influência, oferece oportunidades de arrecadação de fundos para importantes e respeitáveis organizações em vários países.


Romero Britto é considerado um ícone da cultura pop moderna, sendo um dos mais premiados artistas de nosso tempo. O artista pop mais jovem e bem-sucedido de sua geração, Britto tem criado obras-primas que invocam o espírito de esperança e transmitem uma sensação de aconchego. Suas obras são chamadas, por colecionadores e admiradores, de “arte da cura”. Sua arte contém cores vibrantes e composições ousadas, criando graciosos temas com elementos compostos do cubismo. Admirado pela comunidade internacional, Romero tem suas pinturas e esculturas presentes nos cinco continentes e em mais de 100 galerias no mundo, fazendo parte das mais expressivas coleções, como as de Eillen Guggenheim, o Senador Ted Kennedy,  o governador Arnold Schwarzenegger, o ator David Caruso, Pelé, o tenista André Agassi, Marta Stewart, a família Safra e a família do saudoso Roberto Marinho.


Em 2005, como testemunho de seu impacto nas artes plásticas, Romero Britto, foi nomeado embaixador das artes do Estado da Flórida pelo ex-governador Jeb Bush. Concomitantemente, em 2005 e 2006, Romero Britto foi convidado a participar de uma pequena lista de artistas internacionais selecionados para a Bienal de Florença, “Arts and Exhibitions International” que o convidou para criar uma pirâmide comemorando o retorno da exposição do tesouro de Tutankhamon a Londres, depois de 35 anos. A pirâmide é a maior instalação de arte na história do Hyde Park até hoje, com a altura equivalente a um edifício de quatro andares. Foi produzida em tributo às antigas pirâmides de Gisé, a última das sete maiores maravilhas do mundo, e está programada para permanecer instalado no Museu da Criança no Cairo, Egito. Em 2008, Romero Britto criou uma série limitada de selos postais intitulados ''Esportes para a paz'', que celebraram o memorável talento dos atletas para os Jogos Olímpicos de Beijing, e também expôs sua arte no famoso Museu do Louvre, em Paris.

Segundo Romero Britto, sua definição à respeito da arte, é que ela é muito importante para não ser compartilhada. Por estas e outras razões, ele criou a Fundação Romero Britto, em 2007.


O artista foi convidado pela terceira vez consecutiva para ser um palestrante do World Economic Forum (Fórum Econômico Mundial), recebendo também um convite para fazer a abertura do XLI Super Bowl com o Circo de Soleil, e ainda para criar a prestigiada coleção de selos postais para a ONU, além de inúmeros outros eventos. Isso evidencia que, Romero Britto, está presente de maneira definitiva no universo da arte com suas obras, que se encontram nas mais preciosas coleções particulares, sendo sempre requisitado pelas maiores empresas do mundo, às quais incorpora sua arte trazendovisibilidade às marcas famosas na mídia, tais como Absolut, Disney, Movado, Pepsi, Evian, Microsoft, XBox e Audi. Hoje, Romero Britto, possui duas galerias, uma localizada em Miami Beach, na badalada Lincoln Road nos Estados Unidos, Flórida, e outra belíssima e moderna galeria projetada pelo arquiteto João Armentano, localizada na badalada Rua Oscar Freire, n. 562, no coração dos Jardins, em São Paulo, Brasil.

Recentemente, Romero Britto, foi homenageado pela Escola de Samba Renascer, durante o desfile realizado no Rio de Janeiro, no carnaval deste ano, com o samba-enredo “O dom da alegria explode na folia”



Além da homenagem, Britto colaborou com o design das fantasias e alegorias, onde ele mesmo desenhou e criou os modelos. 

220° aniversário de Gioachino Rossini

Gioachino Antonio Rossini nasceu numa família de músicos em Pesaro, cidade na costa do mar Adriático, na Itália. Seu pai, Giuseppe, era um trompista e inspetor de matadouros, e sua mãe, Anna Guidarini, era uma cantora, filha de um padeiro. Os pais de Rossini começaram cedo sua educação musical, e aos seis anos de idade ele já tocava o triângulo na banda de seu pai. O pai de Rossini simpatizava com a Revolução Francesa, e deu as boas-vindas às tropas de Napoleão quando elas invadiram o norte da Itália. Isto se tornou um problema quando os austríacos restauraram o antigo regime, em 1796. O pai de Rossini foi preso, e sua mãe o levou a Bolonha, onde ela passou a ganhar a vida como cantora nos diversos teatros da região da România, onde seu pai eventualmente pode juntar-se a eles. Durante todo este tempo, Rossini frequentemente foi deixado sob os cuidados de sua avó, já idosa, que não podia controlar efetivamente o garoto. Após o retorno de seu pai, Rossini permaneceu em Bolonha, sob os cuidados de um talhante de porcos, enquanto seu pai tocava a trompa nas orquestras dos mesmos teatros em que Anna cantava. O garoto teve aulas de cravo por três anos com Giuseppe Prinetti, de Novara. Este, seu professor, que costumava tocar as escalas com apenas dois dedos. Paralelamente à sua profissão musical tinha um emprego como vendedor de bebidas alcoólicas, e uma propensão para adormecer de pé. Tais qualidades tornaram-no objeto de ridicularização por parte de seu pupilo.



Depois de estudos musicais bastante precários em Bolonha, onde escreveu alguns quartetos de cordas no estilo de HaydnGioacchino Antonio Rossini, dedicou-se inteiramente ao teatro. Escreveu, rapidamente, grande número de óperas. Seu primeiro sucesso foi "Tancredi", de 1813. 


Nomeado diretor do Teatro San Carlo, em Nápoles, escreveu "O Barbeiro de Sevilha", cuja estreia em Roma, em 26 de dezembro de 1816, foi vaiada. A partir da segunda apresentação, no dia seguinte, tornou-se o maior sucesso de toda a história do teatro musical, na Itália e no estrangeiro.


Em 1823, Rossini aceitou um vantajoso contrato permanente com a Ópera de Paris, onde passou a residir e foi entusiasticamente festejado. Abandonou o teatro, após a revolução de julho de 1830 e dos primeiros sucessos de Meyerbeer. Após este conturbado período, Rossini escreveu apenas um "Stabat mater", em 1832, e uma missa. Passou o resto da vida dedicado aos prazeres da mesa, famoso por suas frases espirituosas e maliciosas.

Além de "O barbeiro de Sevilha", compôs "A italiana em Argel", "Cinderela" e "A Pega Ladra". A música dessas obras é muito divertida, sem seriedade nenhuma, mas excelentemente adaptada ao texto e, sobretudo, à ação dos cantores no palco. Sem dúvida, a principal contribuição de Rossini para a música de ópera é a exploração do elemento histriônico. A grande ambição de Rossini, contudo, foi a ópera séria, trágica, para a qual ele, infelizmente, não tinha o mesmo talento. É digno de nota o fato de que as aberturas de suas óperas sérias poderiam muito bem figurar como introduções a óperas cômicas. E hoje sobrevivem, realmente, só as aberturas. Sua grande obra séria, é ironicamente também, sua última ópera, "Guilherme Tell", de 1829. A abertura é, realmente, espetacular. 


Muitos estudiosos, principalmente italianos, descobrem nessa obra os primeiros sinais do Risorgimento (movimento de unificação da Itália).

No geral, a música de Rossini acompanha a época da Restauração, entre 1815 e 1830, e foi o divertimento predileto de uma sociedade frívola e deliberadamente apolítica. É por isso que Rossini conquistou triunfalmente a Europa com suas obras.

Classificado como "Napoleão da música", conforme as palavras ditas por  Stendhal, que cometeu o grande erro de colocá-lo à altura de Mozart.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

A auto-defesa israelense do Krav Maga


O Krav Maga, essencialmente, é um método moderno caracterizado por uma filosofia coerente e lógica, que permite a aplicação das técnicas naturais, práticas e fáceis, baseadas em simples movimentos do corpo humano. Por se aplicar à situações reais e adversas é um método ideal de autodefesa. Mas esta modalidade sem regras e limites, não pode ser incluída na classificação de desporto de competição.

Pensar com simplicidade e agilidade são fatores determinantes. A preocupação de eficácia, se sobrepõe às preocupações estéticas da maioria das artes marciais. No caso do Krav Maga, é importante saber usar as técnicas base da defesa, em situações de necessidade absoluta. Quando a vitima estiver em completo domínio, pode-se aplicá-la, para evitar desfechos mortais ou danos físicos irremediáveis no agressor. Porém, vale sempre ressaltar que, durante uma situação de risco, reagir jamais. Lembre-se que o agressor, está mais assustado e alterado que você. Portanto, manter a calma é fundamental.


O Krav Maga é composto por duas partes principais, a auto-defesa e o combate corpo-a-corpo.  A auto-defesa é à base da modalidade. São aplicadas as mais variadas técnicas que permitem à vítima, evitar ser ferida ou dominada pelo atacante. Esta parte, inclui as defesas contra uma grande variedade de ataques, tais como o recurso a golpes de punho, pontapés, estrangulamentos e soluções contra ataques armados. Seja um bastão, uma faca, uma pistola, revólver ou granada. Os praticantes aprendem a aplicar os princípios e as técnicas do Krav Maga em todas as situações, incluindo circunstâncias desfavoráveis e limitadas da nossa liberdade de ação (em locais isolados, no escuro, em posição sentada, deitada, etc.).  O combate corpo-a-corpo, constitui uma fase mais avançada do Krav Maga, que ensina a forma de imobilização rápida e eficaz contra o adversário. Nesta fase,  adaptam-se todos, aos métodos referidos no ponto anterior, para a fase de combate. As técnicas, variam de acordo com a combinação de diferentes tipos de ataque, dimensão psicológica do combate do agressor, etc...

No que toca ao combate, os praticantes de Judô, Karatê, Tae-kwon-do, Kung- Fu, Boxe Inglês, etc... Concordam que estas modalidades exigem muitos meses e muitos anos para atingir uma mestria mínima? O inconveniente em cada uma destas modalidades, é o regulamento de cada arte. De fato, eles foram introduzidos com a finalidade de proteger fisicamente os praticantes. Desta forma, o praticante destas artes, nunca estará preparado para se proteger de golpes interditos, uma vez que seus reflexos, também ficam limitados no caso de ataque.


Por exemplo, se no Judô é proibido bater, no Karatê, interditam-se os golpes ou abaixo da cintura, ou agarrando o adversário. No Tae-kwon-do, não se pode dar golpes de punho no rosto, e no Boxe Tailandês, são proibidos golpes com a cabeça ou pôr os dedos nos olhos do atacante. São exemplos de algumas interdições de cada um desses desportos marciais e que divergem da nossa modalidade.


No Krav Maga, também há regras de segurança a serem respeitadas pelo praticante e, que lhe permitem atingir mais tarde, um nível mais elevado. No entanto, tenta-se usar todos os movimentos naturais de ataque. A simplicidade, é determinante para conservar o máximo de possibilidades de sobreviver perante uma agressão física. Os movimentos são simples, curtos e mais rápidos, por isso, também são menos cansativos. A disciplina mental e auto-controle, são outros pontos treinados no Krav Maga. Podem ajudar a solucionar problemas através do diálogo, permitindo assim, em último caso, surpreender o adversário em situações de fadiga extrema. Se os riscos de vida forem muito elevados, a fuga pode ser a melhor opção depois de se conseguir libertar do agressor.

A prioridade no Krav Maga é a segurança e a preservação da vida. Não é necessário possuir uma preparação física definida, já que suas técnicas são naturais. Relembramos que nesta arte, não há competição. O Krav Maga usa o sistema de "faixas", que vão do amarelo (iniciante) à preta (grau avançado). Para praticar esta arte de auto-defesa, basta apenas uma camiseta branca, calça preta e tenis, ou sapatilhas.

E clara vontade em aprender.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Oscar 2012. Isto sim, é cinema !

Na abertura da premiação do OSCAR 2012, o ator e apresentador, Billy Cristal, foi o encarregado de levar toda a cerimônia de entrega dos prêmios, nas costas. Desde sua abertura (diga-se de passagem, um show a parte) até o seu encerramento. O clipe de abertura da cerimônia, com os principais candidatos concorrentes à estatueta mais cobiçada do cinema, é sem dúvida nenhuma, o ápice do espetáculo.


"O Artista", "Os Descendentes", "As Aventuras de Tintin", "Histórias Cruzadas", "Moneyball", "Cavalo de Guerra", "Operação Madrinha de Casamento" e "Meia-noite em Paris" são alguns dos indicados. Nem mesmo Tom Cruise com sua cena já antológica de "Missão Imposível - Protocolo Fantasma"Justin Bieber e Sammy Davis Jr. foram poupados nesta hilariante montagem.

  


Diversão garantida. Isto sim, é cinema de verdade.

A origem do cinema

Em tempos de premiações às grandes produções cinematográficas, "Urso de Prata", "César", "Oscar", "Kikito", "Palma de Ouro". Da invenção dos Irmãos Lumière à chegada do cinema falado. 


Em fins de 1895, uma platéia com pouco mais de 30 pessoas, testemunharam, em Paris na França, Um feito histórico. Ali, os irmãos Auguste e Louis Jean Lumière, tornaram público seu então novo invento, o "Cinematógrafo". Foi a primeira sessão de cinema comercial da história da Sétima Arte. 


Filhos de um fotógrafo, os irmãos Lumière, pareciam ter chegado ao máximo da evolução ao colocar uma série de imagens, antes estáticas, em movimento. 


Porém, uma nova revolução estaria por vir no que se convencionou chamar de "Cinema". Até meados de 1920, os filmes, mudos, buscavam a própria identidade, tentando se desvencilhar de elementos da literatura e do teatro. Suas referências primárias. Nesse mundo silencioso, os atores e atrizes faziam-se entender pela carga dramática de suas interpretações, pelas legendas nas telas e, por que não, pela trilha sonora que acompanhava  suas projeções. 


Em 1927, após um periodo de experimentos sonoros, a Warner Bros. lançou "O Cantor de Jazz (The Jazz Singer)" com Al Jolson, May McAvoy e Warner Oland, sob a direção de Alan Crosland. Foi o primeiro filme falado do cinema. A partir dali, as plateias finalmente ouviram as vozes dos atores em cena. Infelizmente, nem todos eles sobreviveram à transição do filme mudo para o filme falado.


Outros filmes, que resistiram o quanto puderam à grande mudança, foram os filmes de Charles Chaplin e de Alfred Hitchcock


Em entrevista a François Truffaut, diretor do filme "Uma Noite Americana (La Nuit Américaine), filme realizado em 1973 (e que mostra as loucuras que se passam num set de filmagem, enquanto o ator principal perde sua mulher para o dublê), o mestre dos suspenses, Alfred Hitchcock disse que, ao se contar uma história no cinema, só se deve recorrer ao diálogo quando realmente, for impossível fazer de outro jeito. 

Uma lição que pode muito bem ser aplicada aos dias de hoje...

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Philippe Tournaire. Arte e sofisticação em jóias


Já imaginou possuir um castelo em suas mãos. E nos dedos, sendo mais específico. Trocadilhos à parte, palácios, mansões e monumentos arquitetônicos são transformados em anéis pelo artista e ourives, mestre em joalheria, o francês Philippe Tournaire


As joias, em ouro 18 quilates, platina e pedras nobres, fazem parte da linha de miniaturas Casa dos Sonhos (Villa de Rêve).  Verdadeiras obras de arte, os anéis remetem a cidades como Nova York, Roma e Moscou. Um mimo, que pode satisfazer gostos mais excêntricos, custa na mais nada menos que cerca de R$ 10 mil. Dependendo do uso das pedras, como também os metais, o preço pode chegar até mais. 


Não há como não se encantar com sua arte, diante seu estilo único que mescla equilíbrio, bom gosto e muito glamour.  Joalheiro  além de design e criador apaixonado, Philippe Tournaire conecta o mundo de pedras e metais preciosos com a história da arte e da ciência . Uma combinação de cores e perfeição de detalhes.


Seu atelier, localizado em Place Vendôme, Paris e em mais dois endereços na França, está sempre estabelecendo em suas peças, harmonia e bom gosto. É um trabalho meticuloso, não somente voltado à criação, mas também, se adaptando as coisas e elementos nossos do dia a dia. Antes de iniciar a arte de esculpir e confeccionar em metais preciosos, Philippe Tournaire queria entender o mundo. Cada viagem a Paris, ele passava longas horas no Museu do Homem, em Place du Trocadero. Sua fascinação o levou a entender como os primeiros seres humanos foram capazes de moldar objetos através de métodos primitivos e transformá-los em enfeites e outros ornamentos. Ele alimentou a sua imaginação e o resultado, você pode conferir nas fotos.


Philippe Tournaire, não hesita em usar as técnicas tradicionais para a produção de jóias, esculpidas artesanalmente à mão. Sua joalharia e autenticidade, combinam com um toque moderno se misturando à tecnologia moderna. 


Philippe Tournaire, formado em eletrônica, durante dez anos trabalhou sozinho em um porão abandonado onde o converteu em estúdio. Aos 35 anos de idade, resolveu  em 1984, abrir uma loja em Montbrison, na  França




Durante este período, também exibiu em exposições de arte contemporânea, especialmente em Paris, Bélgica e Alemanha. Seu contato com outros designers e criadores de jóias, tem sido bastante gratificante. 



Um trabalho realmente minucioso, impecável e preciso. Realizado com muita dedicação.


O rompimento com a solidão de seu íntimo criativo, a mercê do desafio diante da beleza única de suas peças preciosas. Verdadeiras obras de arte.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Uma lição de vida

Muitas vezes, nos encontramos em dificuldades e perguntamos "mas por que comigo?" Pois é. O que dizer então de um animal, seja quais forem os motivos que acarretaram em sua deformidade, que é um exemplo para nós humanos?

Conheça a história de Faith, a cadelinha que anda sobre duas patas e virou celebridade. Claro, ela não é o único animal com deficiência física, mas a família que a adotou nos deu um grande exemplo de amor, ao decidirem não sacrificá-la e cuidarem dela mesmo assim. Ao contrário de tantas pessoas que abandonam seus animais à própria sorte, até ninhadas inteiras, porque não querem mais, se cansaram, estão idosos, ou porque ficaram doentes, e não param para refletir que os animais, apesar de não se expressarem verbalmente, também sofrem como nós. Seus olhos, dizem muito. De acordo com Eurípedes Kühl, o abandono de um animal é condenação certa. O autor desses dolorosos quadros que o cotidiano nos mostra, agindo irresponsavelmente, cedo ou tarde, terá que prestar contas à sua consciência.


Um exemplo de superação, uma lição de vida. Não é à toa, que o nome dessa cachorrinha, é "Faith" (Fé)

Pesadelo na escuridão. Poema

"Quarto Escuro" 


Por 
Adriano Siqueira


Na solidão
É que vemos as respostas
Que não aparecem
Quando estamos acompanhados

Na solidão encontramos
Soluções dos problemas
Que nunca conseguimos resolver

Na solidão
Nos vemos sem vergonha, e sem timidez
Somos solitários

E quanto mais solitários ficamos
Mais os outros solitários
Que estavam por perto
Aparecem para nos fazer companhia

Somos todos solitários.

O novo rock, dá a suas caras

Uma banda norte-americana, que já está sendo considerada como sucessora dos Strokes. O líder do grupo, Jordan Gatesmith, lacônico, com uma atitude beirando o blasé, uma voz entre Joey Ramone e Julian Casablancas, fora a aparência que remete a um Justin Bieber indie-punk. Estamos falando do HOWLER. Um bom exemplo é o início da música “Back of Your Neck” tem uma pegada bem rock-a-billy e o resto da canção parece acenar para o espírito dos anos 1950. Ao mesmo tempo, podemos reconhecer no som do HOWLER algumas similaridades com o Jesus and Mary Chain e o Hüsker Dü, quanto ao aspecto de unir barulho e melodia. É isso que define o HOWLER, mais do que qualquer outra coisa. Não existe a obrigação de ser um grupo de rock específico quanto às suas influências. Os integrantes da banda escutam e ouvem muitas coisas e serem muito fãs de música. Todas essas influências cooperam com o que os seus integrantes, se tornaram e com o som que fazem ao final do dia. É engraçado porque todos na banda têm em comum algumas bandas que gostam muito, mas ao mesmo tempo cada um tem o seu gosto peculiar. Pode se gostar mais da cena do garage rock, por exemplo, ou, mais do rock’n’roll do início dos anos 60. Apesar de terem se encontrado em algum ponto, todos, cultivam gostos particulares.


Mas por que será que a recepção por parte do público e dos fãs, tenha sido mais calorosa no Reino Unido, que nos Estados Unidos? Apesar de muitos shows já agendados nos Estados Unidos, o resultado maior vem por parte dos ingleses, mesmo esperando atingir um público maior em seu país de origem.

A maior parte das canções de “America Give Up” (o disco de estréia) foi composta no porão. Tido como uma experiência além de bem solitária, afirma Jordan Gatesmith, certamente, foi um processo de amadurecimento e um dos momentos mais difíceis. Porém, quando se obtém o resultado final, é bem gratificante. 

Jordan, acredita que a composição desse álbum, tenha sido uma luz no fim do túnel. Contudo, todo disco em seu processo de criação à finalização, é difícil. Porém, gratificante. O mais interessante do HOWLER, é que já foram headliners nos festivais dos quais eles já tocaram para seis mil pessoas.




O importante, é prestar atenção em como a plateia está feliz, e se ela está se divertindo.


Os Incríveis. Sim, eles existem!


Quantas vezes você se perguntou, será possível um desenho animado, tomar a forma humana? Bom, uma coisa é certa. Se eles não forem de verdade, são muito parecidos. Vale a pena conferir a foto abaixo do "Sr. Incrível" de "Os Incríveis". Ficaram de fora desta foto, a "Mulher-Elástica", "Violeta", "Flecha" e "Ze-zé". Ah, seria injusto também, deixar de mencionar os aliados como frio e deslizante "Gelado". E finalizando, como toda trupe de super-heróis, o vilão, "Sindrome" e sua bela assistente, "Miragem".


O melhor, é a estilista quem confeccionou os super-tarjes da família Incrível, "Edna Mode". Ela também foi encontrada.



Muito parecidos, não?! Isto sim, é incrível...

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Que delícia de almofada!

Quando o cansaço chega, o que mais se deseja ter é de duas uma, ou uma poltrona confortável, ou uma cama deliciosamente convidativa. Verdade que, na hora do esgotamento físico, qualquer coisa ou lugar, é bem vindo para amenizar o cansaço. O que dirão os japoneses. Essa nova invenção ainda vai dar o que falar.


Se essa moda pegar, vai ter muito marmanjo por aí querendo colinho. Já imaginou?!

Pássaros com muita raiva

"Angry Birds" é um jogo de ação desenvolvido pela Rovio Mobile da Finlândia. O jogo, disponível em diversas plataformas como iOS, PC, Play Station 3, Mac OS X, Android, WebOS, Maemo, Symbian, além de uma nova versão para o navegador Chrome, do Google, recentemente, também foi lançado para a rede social Facebook. O jogo Angry Birds, por mais incrível que possa parecer, já vendeu mais de 250 milhões de cópias em todas as plataformas. O jogo, sucesso no mundo dos games e contando já com 3 versões diferentes (Angry Birds, Angry Birds Seasons e Angry Birds Rio), se prepara para lançar sua mais nova versão, Angry Birds Space


Num jogo repleto de ação e humor, e fases a serem conquistadas, o jogador controla vários tipos de pássaros que tentam recuperar os seus ovos que foram roubados por seus inimigos, os porcos verdes. Esses porcos estão protegidos por obstáculos. Em todos os níveis, é necessário eliminar todos os porcos. Para controlar os pássaros, que estão a postos em um estilingue, controlado pelo jogador, que lança o pássaro diretamente sobre os porcos, ou sobre estruturas, esta última, para ajudar a eliminar obstáculos, ou outros objetivos.



No jogo, existem vários tipos de pássaros. No início, o mais básico deles, é o pássaro vermelho. Ao longo do jogo , é possível desbloquear novos pássaros. Alguns possuem vantagem para destruir determinado elemento , outros possuem características únicas e uma habilidade, que é ativada clicando no mouse, enquanto o pássaro voa. Por exemplo, existe um pequeno pássaro azul que pode se separar em três, um pássaro preto que pode explodir, o pássaro amarelo pode acelerar e o pássaro branco pode soltar ovos explosivos. Os porcos também possuem as suas diferenças, mais precisamente, no tamanho. Enquanto os porcos pequenos podem ser destruídos por simples detritos, os maiores, são os mais resistentes. Em algumas fases do jogo, também existem capacetes que protegem os porcos maiores, dos detritos.


Em cada fase, existe uma quantia limitada de pássaros. Caso todos os porcos tenham sido eliminados, será possível passar para o próximo nível. Os pontos, são baseados nos porcos mortos ou a destruição das estruturas, além da pontuação bônus proveniente de pássaros não utilizados. Dependendo da pontuação final, é possível ter uma, duas ou três estrelas. Vale lembrar, que o jogador, em certos níveis, vai precisar de estrategia para ganhar (pensar como vai laçar o pássaro). 

O jogo, pode ser adquirido através de um aplicativo no Facebook, conforme o link abaixo:


Por isso, é muito importante saber e memorizar a habilidade de cada pássaro.

Caiu do céu

Moradores de duas cidades do interior do Maranhão, afirmam e acreditam que dois objetos voadores não identificados, caíram do céu. Uma esfera esquisita, meio queimada, aparentemente de ferro. Segundo os moradores de Anapurus, norte do Maranhão, que fizeram as imagens através de um celular, a bola caiu do céu e destruiu tudo o que havia pela frente. O saldo, mesmo que pequeno, contabilizando a queda de duas árvores, já deixou muita gente assustada.



Mas essa, ainda não foi a maior esquisitice que os maranhenses presenciaram hoje. A 300 quilômetros de Anapurus, em São Luis, outro objeto não identificado, também causou espanto da população, logo cedo. Moradores alegam que não somente viram como ouviram também, um objeto se aproximando vindo dos céus, caindo e causando um estrondo muito forte. O objeto estranho, que leva a forma de uma placa de metal, ficou cravado numa árvore, na pequena cidade de Tufilandia. Moradores, afirmam e acreditam se tratar de algum objeto de fabricação pelo homem, do tipo um satélite, ou pedaço de fuselagem de uma aeronave. Curioso, é que um morador da cidade acredita ter vindo do espaço, mas não do céu.


Levadas as imagens ao presidente da sociedade de astronomia do Maranhão, Manuel Ricardo Costa, disse jamais ter visto nada parecido. Mas não descarta na hipótese de se tratarem de lixo espacial. Comuns ao apresentarem marcas como derretimento nas laterais e corrosão. Indagado sobre a questão dos estrondos, ouvidos por vários moradores, ele não descarta a hipótese de ambos os objetos, terem vindo sim do espaço. A peça pertenceria a um foguete da família Ariane do consórcio espacial europeu Arianespace, responsável também pelo russo Soyuz e o italiano Vega. O foguete é lançado da base de Kuru, na Guiana Francesa, para colocar satélites em órbita. A informação foi divulgada no site em francês da agência, que entrevistou o pesquisador espacial Igor Lissov. "Pode-se afirmar com alto grau de probabilidade que o balão esférico descoberto no estado do Maranhão é um fragmento do terceiro estágio do lançador europeu Ariane-4 lançado em 1997 do centro espacial de Kourou", disse Lissov. Segundo ele, comunicados entre pesquisadores norte-americanos confirmam a informação.


A possibilidade de a peça pertencer a um foguete se explica, segundo Marcos Pontes, também pelo local onde o objeto metálico caiu e pelo estado em que foi encontrado. "A trajetória dele fica mais para o norte, ou seja, a peça teoricamente cairia no meio do oceano Atlântico. Seria mais provável. Mas pela proximidade, pode até ser de ele chegar por ali, no Maranhão", diz Pontes. Além disso, explica ele, o foguete "sai do zero e passa por diferentes velocidades na atmosfera". "Esses objetos que estão no espaço em órbitas baixas, com o tempo vão perdendo velocidade e começam a reentrar. Sendo de um foguete, ele teria menos chance de queimar totalmente nessa entrada."

No Brasil, especialistas em engenharia aeroespacial afirmam que é difícil ter certeza absoluta sobre a origem da peça, mas que se trata, pelas circunstâncias, de lixo espacial. Segundo o coronel aviador da reserva,  Sebastião Gilberti Maia Cavali, que foi chefe da Divisão de Projeto Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da Aeronáutica, não é uma peça de avião. Há várias hipóteses de ser um lixo espacial. É um reservatório de alguma coisa, de combustível, isso é certeza. Pode ser um lixo espacial de satélite ou de foguete, ou também podia estar em um balão, pode ter caído de algum outro equipamento”, diz.  De acordo com a Agência Espacial Europeia, os foguetes Ariane possuem tanques de combustível de titânio com um propelente chamado Hidrazina (N2H4). A imagem à esquerda é de um tanque do Ariane 5, um foguete que substituiu o Ariane 4.  O astronauta brasileiro afirma que a hidrazina é um dos combustíveis utilizados em propulsão mais fina, de foguetes pequenos, e poderia estar presente na esfera encontrada. "Mas é improvável, porque essa substância é usada geralmente só no espaço para mudar nesses foguetes. Se fosse, seria extremamente tóxica. Se quem mexeu não começou a ter reações sérias na pele em 15 minutos, provavelmente não é."

Segundo um centro de estudos americano especializado em lixo espacial, havia previsão de que fragmentos do foguete Ariane 4 readentrassem a atmosfera terrestre no dia 22 de fevereiro às 5h22 (horário de Brasília de verão) em qualquer um dos pontos nas linhas azul e amarela do mapa:


A Nasa possui um programa específico de monitoramento do lixo espacial e um manual em seu site alertando sobre esse tipo de material (veja aqui em inglês). Segundo a agência, existem hoje milhares de objetos orbitando em torno da Terra e outros milhões muito pequenos para serem rastreados, uma verdadeira poluição espacial. A grande maioria se deteriora ao retornar à atmosfera, outros objetos, não. No Brasil, outra bola metálica caiu no município de Montividiu, em Goiás, em março de 2008, a 150 metros de uma casa. Dias depois, outro objeto despencou do céu, dessa vez na Austrália. E em dezembro de 2011, uma esfera caiu em uma região desabitada na Namíbia, país no sul da África.


Segundo a agência espacial americana, porém, a chance de ser atingido por um desses objetos de uma em um trilhão. E mesmo assim, aconteceu. 


Definitivamente, nós não estamos sós.

O poder do mel


Desde o surgimento do homem na Terra, que o mel vem sendo utilizado como alimento. Mas além de suas inúmeras propriedades terapêuticas, o mel também era utilizado para a escrita, a exemplo dos sumários na Mesopotâmia.  Os egípcios, por exemplo, usavam própolis como bactericida e para embalsamar suas múmias. Gregos e romanos seguiam o provérbio: "Mel no interior e óleo no exterior". E foi nessa época que surgiu essa substância açucarada, obtida a partir do néctar das flores.  Portanto, o mel, depende basicamente de dois fatores: abelhas e flores.


O que se aprende, é apenas o básico, ou pelo menos, é o que guardamos como informação principal. Existem no mundo centenas de espécies de abelhas. Cada uma delas transformando o néctar em mel de uma forma diferente (em função das enzimas agregadas, da capacidade de desidratar o néctar etc.).  O mel varia a medida que a fonte do néctar também varia. Plantas diferentes produzem néctares também diferentes. Assim como nos vinhos, o solo, o clima, a altitude e a latitude exercem efeitos significativos no néctar produzido pela mesma espécie de planta, e tudo isso contribui para a variabilidade infinita de méis produzidos mundo afora.


Atualmente, diversos pesquisadores estudam o mel, especialmente os russos que têm obtido bons resultados para tratamentos das vias respiratórias, úlceras gástricas, problemas digestivos e feridas. O mel, que é elaborado pelas abelhas e depois depositado nos favos da colmeia, é pré-digerido pelas abelhas em glicose e frutose, podendo ser diretamente assimiláveis pelo organismo humano.  Ao ser retirado dos favos tem aparência aquosa, depois de um certo tempo, se apresenta pastoso ou granulado pela cristalização de açucares, de acordo com a sua composição.  Cristalizado, o mel,  deve ser aquecido em banho-maria, no máximo a 50 graus, para não perder suas propriedades terapêuticas.  Pode possuir diversas cores, de acordo com o tipo de flor, e se mantém íntegro por longos períodos porque a abelha lhe adiciona ácido fórmico, um ótimo conservante, e a inibina, excelente bactericida.

A composição do mel varia muito de acordo com a região e o tipo de flor e suas propriedades terapêuticas podem ser:

  • Energético;
  • Bactericida;
  • Anticéptico;
  • Antirreumático;
  • Vasodilatador;
  • Diurético;
  • Digestivo;
  • Hiperglicêmico;
  • Tonificante;
  • Antiespasmódico;
  • Sedativo;
  • Vermífugo;


Em sua composição natural, faz bem aos intestinos, estômago, pulmões, garganta, coração, olhos. Tonifica e rejuvenesce a pele e os músculos. O mel de eucalipto é usado como anticéptico, para tratamento de inflamações respiratórias e urinárias, podendo ser usado também como vermífugo.  O mel mais utilizado é o suave mel de laranjeira, com propriedades excelentes antiespasmódicas e sedativas. Recomendado também para nervosismo e palpitações.